domingo, 12 de fevereiro de 2012

Como alguém já disse ... felicidade é um estado de ser ...

Desta vez me deixa
ser feliz.
Nada aconteceu a ninguém,
não estou em parte alguma,
simplesmente sucede
que sou feliz        
pelos quatro costados
do coração, andando,
dormindo ou escrevendo.
O que posso fazer, sou
feliz.
( ... ) Tu a meu lado na areia,
és areia,
tu cantas e és canto,
o mundo
é hoje minha alma:
canto e areia
o mundo
é hoje tua boca;
me deixa
em tua boca e na areia
ser feliz (... )

Pablo Neruda

... Talvez sem motivo algum, ou por todos os motivos ...

1 comentários:

Leila Silveira disse...

Neruda,
delicioso como andar na areia,
a foto,
maliciosa como morrer na areia.

Postar um comentário